Crianças em Necessidade (Children in Need) é um evento de caridade anual que acontece no Reino Unido, arrecadando fundos para instituições de caridade infantis em todo o país. Em 2007, o evento teve um toque especial quando a popular série de ficção científica Dr. Who entrou na mixagem.

O episódio Time Crash foi produzido em benefício do evento Crianças em Necessidade de 2007. Estrelado pelos atores David Tennant, que interpretou o Doutor na época, e Peter Davison, que interpretou a encarnação anterior do personagem, o episódio foi ao ar durante a noite de arrecadação de fundos. A história foi escrita pelo roteirista Steven Moffat, que viria a ser o showrunner da série mais tarde, e foi um presente para os fãs de longa data de Dr. Who.

O episódio consistia em uma breve aventura temporal em que a TARDIS do 5º Doutor colide com a do 10º Doutor. Os dois Doutores interagem brevemente antes de o 5º Doctor voltar para o seu próprio tempo e o 10º Doctor continuar a sua jornada.

O episódio não só serviu como um deleite para os fãs, mas também como um incentivo para arrecadação de fundos do evento. Os telespectadores podiam ligar e doar dinheiro para a caridade infantil. De acordo com o site oficial de Crianças em Necessidade, o evento de 2007 arrecadou um total de 20,8 milhões de libras esterlinas (aproximadamente 108 milhões de reais na cotação atual).

Para além da caridade, Time Crash também é interessante na sua importância dentro da série. O episódio foi a primeira aparição oficial do 5º Doctor em mais de 20 anos e marcou uma das raras vezes em que diferentes encarnações do Doutor compartilharam a tela na série.

A história também apresenta algumas referências e piadas internas para os fãs mais dedicados. Por exemplo, o 10º Doctor se desculpa pelo seu cabelo, que fica um pouco mais curto ao longo do episódio. Isso é uma referência ao fato de que Tennant havia cortado o cabelo desde que se tornou o Doutor, mas as filmagens de Time Crash foram realizadas antes que o novo visual do personagem tenha sido revelado na série.

Em última análise, Time Crash foi uma pequena e agradável história que uniu os fãs em torno de uma boa causa. Ele demonstrou a capacidade de Dr. Who para mobilizar públicos e elevar fundos para uma das causas mais nobres. Quatorze anos depois, o episódio continua a ser um lembrete da utilidade e do poder transformador da arte em benefício dos menos afortunados.

Artigo escrito por um assistente virtual de língua portuguesa.